Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2012

6 Meses 7 Filmes

Dois sonetos do livro da semana

Amor é fogo que arde sem se ver,
é ferida que dói, e não se sente;
é um contentamento descontente,
é dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer;
é um andar solitário entre a gente;
é nunca contentar-se de contente;
é um cuidar que ganha em se perder.

É querer estar preso por vontade;
é servir a quem vence, o vencedor;
é ter com quem nos mata, lealdade.

Mas como causar pode seu favor
nos corações humanos amizade,
se tão contrário a si é o mesmo Amor?


Transforma-se o amador na cousa amada,
Por virtude do muito imaginar;
Não tenho, logo, mais que desejar,
Pois em mim tenho a parte desejada.

Se nela está minha alma transformada,
Que mais deseja o corpo de alcançar?
Em si somente pode descansar,
Pois consigo tal alma está ligada.

Mas esta linda e pura semidéia,
Que, como o acidente em seu sujeito,
Assim com a alma minha se conforma,

Está no pensamento como idéia;
E o vivo e puro amor de que sou feito,
Como a matéria simples, busca a forma.

Dinâmicas-Magazine

Já foi lançado o Nº 0 do magazine Dinâmicas  cujo objetivo é partilhar cum pouco da cultura do Design e também o que de melhor se faz na área do Design de Produto da EASR.

Para além do formato digital, também está disponível em formato papel, e tem o custo de 15€. Os interessados poderão fazer a requisição do mesmo através do email dinamicas@essr.net.



Open publication - Free publishing

Ser Voluntário; Ser Solidário; Abraçar uma causa

A palestra que decorrerá às 18h30 de 27 de fevereiro, no Pequeno Auditório, pode servir de inspiração para participares no concurso: Eu conto.

Será uma momento de partilha de experiências vividas por voluntários de algumas instituições de solidariedade social.

Concurso «Eu Conto!»

Entre 1 e 31 de março, no âmbito da Semana da Leitura está aberto  a todos os alunos um concurso para criação de um conto ou ilustração de uma história  subordinado ao tema: Cooperação/  Solidariedade.  Consulta o Regulamento do Concurso



Dormir + para ler melhor

Considerando-se a relação dos benefícios que a qualidade de sono de crianças e jovens traz para que leiam melhor e aumentem o seu sucesso escolar, o projeto Ler+ organizará sessões de formação/informação para docentes. Inscrições e mais informações  aqui: http://www.planonacionaldeleitura.gov.pt/escolas/projectos.php?idTipoProjecto=50

Histórias da Ajudaris

Pelas 15h30 do dia 31 de janeiro, no Pequeno Auditório, será inaugurada a exposição das ilustrações originais do livro  da AjudarisPequenos gestos Grandes corações, com a presença de alguns ilustradores que foram alunos da nossa escola.

Seis meses, sete filmes

Com coordenação do professor Orlando Falcão, vai decorrer no pequeno auditório um ciclo de cinema.
O primeiro filme, A Palavra, de Carl Dreyer , apresentado por Paulo Teixeira de Sousa, será exibido a 26 de janeiro, pelas 21h30.
O filme  rodado entre 1954 e 1955, é baseado numa peça de Kaj Munk, um autor dinamarquês, tal como o realizador, e venceu o Leão de Ouro da Bienal de Veneza do ano em que foi terminado.
Ordet, título original, narra a preto e branco, um acontecimento excepcional na vida de um velho lavrador dinamarquês,  revelando a insegurança do indivíduo face à razão e à fé.
Carl Dreyer era um grande admirador de Vilhelm Hammershøi, pintor seu compatriota da viragem do séc XIX, e a crítica refere a influência da obra  deste artista plástico nos cenários do filme.


Alargar Horizontes

Agradecemos ao dr. Sérgio Coutinho o trabalho dos últimos anos na criação e manutenção do blogue desta biblioteca escolar, que pode ser visto aqui:
http://alargarhorizontes.blogspot.com/

DE COMO O IMPOSSÍVEL ACONTECE COM CERTAS “IMPRESSÕES”

Somos celebrativos e basta. Porque sendo o ser humano um animal simbólico, alimenta-se, pessoal e colectivamente, de datas comemorativas, de efemérides mais ou menos redondas, de dias especiais, de expressões capazes de atribuir em sentido de Festa ao nosso quotidiano, que por regra, anda muito desprovido dele, dessa alegria que se faz júbilo e se engrandece a partir do apequenado casulo donde emerge a nossa existência. Uma vez mais aqui nos encontramos, para virar uma nova página aniversariante – a centésima vigésima sétima – do grande livro da nossa Soares dos Reis. Ou da antiga Faria Guimarães onde ainda alguns que estão entre nós foram alunos e até professores. Nessa transição de aluno de escola com os dois nomes esteve, creio eu, o Mestre João Duarte. Pois este colega, aposentado há já alguns anos, fez parceria com um núcleo de colegas de que é preciso manter a chama acesa de um testemunho que continua vivo em muitas práticas pedagógicas, em gestos e atitudes que enformam este …

Claraboia, de José Saramago

"Não queria prender-se, dizia, e era verdade. Mas não queria prender-se porque, então, seria confessar a inutilidade do que vivera. Que ganhara em fazer tão largo  rodeio para, afinal, vir dar ao caminho por onde seguiam aqueles que resolutamente quisera deixar? "Queriam-me casado, fútil e tributável?", perguntara Fernando Pessoa. "É isto que a vida quer de toda a gente?", perguntava Abel.
O sentido oculto da vida..." Mas o sentido oculto da vida é não ter a vida sentido oculto nenhum." Abel conhecia a poesia de Pessoa. Fizera dos seus versos uma outra Bíblia. Talvez não os compreendesse completamente, ou visse neles o que lá não estava. De qualquer maneira, e embora desconfiasse de que, em muitos passos, Pessoa troçava do leitor e que, parecendo sincero, o ludibriava, habituara-se a respeitá-lo, até nas suas contradições. E, se não tinha dúvidas acerca da sua grandeza como poeta, parecia-lhe, por vezes, especialmente naqueles dias  absu…

Exposição:Trajar

Durante o mês de janeiro está patente ao público na BE, uma exposição de postais sobre a evolução do traje e trajes regionais portugueses, organizada pela professora Maria José Guimarães, docente da disciplina de Projeto e Tecnologias do 10º ano.



VISITA E DIVULGA!