Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2012

23 de abril - uma bela celebração

O dia mundial do livro  celebrou-se em grande cá na escola!

A feira do livro foi um sucesso: muitos passaram pelos auditórios e até as vendas superaram as expetativas, apesar da crise.







O escritor Richard Zimler encantou os alunos e professores que encheram o grande auditório para o ouvir e para conversar com ele. Houve risos, houve conversa, houve autógrafos. Que manhã bem passada!

Catálogo

O catálogo que acompanhou a exposição Só restará silêncio - There will be nothing but silence escultura- sculpture, de Isabel Cabral e Rodrigo Cabral, ambos ex-professores da nossa escola, foi-nos gentilmente oferecido pela galeria Serpente, onde a exposição  esteve patente ao público em setembro e outubro de 2011.

UM CONCERTO “SUI GENERIS” NA SOARES POR CAUSA DE UM FILME

Malik é cinema. E não é apenas Terrence. O Terrence Malick do filme “A Árvore da Vida”, o tão polémico quanto belo “Palma de Ouro” de Cannes do ano passado. Este Malik é Witthart Malik, cidadão naturalizado alemão a viver em Trier, bela cidade banhada pelo rio Mosela, afluente do Reno, mas natural de Kaliningrado, cidade da antiga Prússia oriental, hoje Rússia, cidade báltica de Königsberg, a terra onde nasceu, viveu e morreu I. Kant, o filósofo do Iluminismo, da libertação do Homem por meio da Razão Ilustrada, do “Sapere aude” (“Atreve-te a saber!”). Pois Malik quis visitar uma filha actriz que se encontra a filmar na nossa capital uma película, com famosos como Jeremy Irons e Beatriz Batarda, tendo como realizador Bille August e baseando-se num romance de sucesso de Pascal Mercier de 2004. O “Comboio Nocturno para Lisboa” promete sucesso para o próximo ano, dando a conhecer ao mundo a Baixa lisboeta que Irons considera uma pérola paisagística e patrimonial. O velho pai carregou o s…

Hiroshima, mon amour

O ciclo Seis meses, sete filmes prossegue na próxima quinta-feira, 26 de abril com a projeção de Hiroshima, meu amor, apresentado pelo professor José Melo.

Realizado por Alain Resnais, com argumento de Marguerite Duras, o filme é de 1959.






O livro de  Marguerite Duras  com o mesmo título, de que  se retirou a citação seguinte, é uma bela leitura!

"voltar a ver-te hoje não é ver-te de novo. Em tão pouco tempo não se vêem de novo as pessoas"

23 de abril - dia mundial do livro

Às 10h30, Richard Zimler proferirá uma conferência no grande auditório sobre a escrita do romance histórico.
Quem tem livros de Richard Zimler poderá pedir-lhe que os autografe.
Quem não tem, pode comprar um livro do autor,  no momento, ou na Feira do Livro que vai decorrer no pequeno auditório das 10h às 20h onde haverá muitos outros livros de autores de língua inglesa, francesa e espanhola.
Quem não quiser comprar, pode ler ou requisitar na biblioteca as seguintes obras do autor:

Revistas

Já podemos folhear (e ler) a revista Umbigo

http://www.umbigomagazine.com/um/

E ainda Descubrir el  ARTE

 Venham lá meter o nariz onde são chamados e cheirá-las e senti-las!