Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de 2011

Feliz Natal e Boas Leituras!

Guernica:Ontem e Hoje

Decorreu no passado dia 12 a conferência Guernica Ontem e Hoje. Depois de uma introdução informativa e explicativa sobre a Declaração Universal dos Direitos Humanos, feita pelo professor José Melo, e da apresentação do conferencista pelo professor Sousa Dias, o Professor Carlos França proferiu a palestra. O público, constituído pelos alunos do 10º8, 10º11 e 10º12, participou atenta e interessadamente e saiu agradado e motivado.

Atividades da Semana

A BE e os Direitos Humanos

12 de dezembro


Guernica Ontem e Hoje
Conferência pelo Professor Carlos França
15h15m Pequeno Auditório

Ilustração pelos alunos dos Direitos Humanos
Redação de comentários a dois quadros: Guernica, de Pablo Picasso e Os fuzilamentos de 3 de maio,de Francisco Goya
Todo o dia na Biblioteca

12 a 16 de dezembro

Exposição dos trabalhos elaborados pelos alunos.
Biblioteca





Melhores Leitores do Mundo

As professoras Alexandra Azevedo e Margarida Mouta dinamizam a  modalidade 1 desta atividade com as turmas de 10º ano.

24 de outubro dia da Biblioteca Escolar

Um cheiro próprio, a saber a mofo e a livros já usados. Tantas e tantas mãos os folhearam! O livro, uma janela aberta, uma viagem a um mundo quiçá desconhecido... à espera de ser encontrado! Reinventa-se o quotidiano no silêncio das palavras, e o sonho que se conquista devagar e que devagar fica registado numa qualquer folha de  um qualquer papel. A leitura apaixonada de certo poema permite-nos, por vezes, reviver momentos julgados perdidos. Recuperam-se as memórias. Preservam-se saberes. Avivam-se as imagens guardadas na gaveta de todos os esquecimentos. Vive-se o recolhimento interior à semelhança do ambiente experimenta_ do na catedral românica.
Página a Página. Sabor a sabor. Sentir a Sentir. Sentir o mundo com os olhos da alma, liberta-nos o coração de todas as clausuras. Caeiro marca-nos a adolescência partimos à descoberta de Teixeira de Pascoais e de José Régio. O silêncio é sempre acolhedor. Envolve-nos. Abraça-nos Foi aqui, na Biblioteca da Escola Artística Soares do Reis qu…
You are welcome to Elsinore


(...)
Entre nós e as palavras, surdamente,
as mãos e as paredes de Elsenor
E há palavras  e nocturnas palavras gemidos
palavras que nos sobem ilegíveis à boca
palavras diamantes palavras nunca escritas
palavras impossíveis de escrever
por não termos connosco cordas de violinos


(...)
Entre nós e as palavras, os emparedados
e entre nós e as palavras, o nosso dever falar


Mário Cesariny