sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Guernica:Ontem e Hoje


Decorreu no passado dia 12 a conferência Guernica Ontem e Hoje.
Depois de uma introdução informativa e explicativa sobre a Declaração Universal dos Direitos Humanos, feita pelo professor José Melo, e da apresentação do conferencista pelo professor Sousa Dias, o Professor Carlos França proferiu a palestra.
O público, constituído pelos alunos do 10º8, 10º11 e 10º12, participou atenta e interessadamente e saiu agradado e motivado.


domingo, 4 de dezembro de 2011

A BE e os Direitos Humanos



12 de dezembro


Guernica Ontem e Hoje
Conferência pelo Professor Carlos França
15h15m Pequeno Auditório

Ilustração pelos alunos dos Direitos Humanos
Redação de comentários a dois quadros: Guernica, de Pablo Picasso e Os fuzilamentos de 3 de maio,de Francisco Goya
Todo o dia na Biblioteca

12 a 16 de dezembro

Exposição dos trabalhos elaborados pelos alunos.
Biblioteca





Melhores Leitores do Mundo

As professoras Alexandra Azevedo e Margarida Mouta dinamizam a  modalidade 1 desta atividade com as turmas de 10º ano.

24 de outubro dia da Biblioteca Escolar

Um cheiro próprio, a saber a mofo e a livros já usados.
Tantas e tantas mãos os folhearam!
O livro, uma janela aberta, uma viagem a um mundo quiçá
desconhecido... à espera de ser encontrado!
Reinventa-se o quotidiano no silêncio das palavras, e o sonho
que se conquista devagar e que devagar fica registado numa qualquer folha
de  um qualquer papel.
A leitura apaixonada de certo poema permite-nos, por vezes,
reviver momentos julgados perdidos.
Recuperam-se as memórias. Preservam-se saberes.
Avivam-se as imagens guardadas na gaveta de todos os
esquecimentos.
Vive-se o recolhimento interior à semelhança do ambiente experimenta_
do na catedral românica.

Página a Página. Sabor a sabor. Sentir a Sentir.
Sentir o mundo com os olhos da alma,
liberta-nos o coração de todas as clausuras.
Caeiro marca-nos a adolescência
partimos à descoberta de Teixeira de Pascoais e de José Régio.
O silêncio é sempre acolhedor. Envolve-nos. Abraça-nos
Foi aqui, na Biblioteca da Escola Artística Soares do Reis
que descobri alguns mundos que na minha época eram acessíveis apenas a alguns. Um espaço de Memórias.
Sentido de tantas formas diferentes!
Na descoberta de uma outra realidade, este espaço,
ao qual não me consigo sentir indiferente!

            Em jeito de prosa poética

            Escola Artística Soares dos Reis
            Porto, 25 de outubro de 2011
           
            A docente
            Maria José Guimarães
           

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

You are welcome to Elsinore


(...)
Entre nós e as palavras, surdamente,
as mãos e as paredes de Elsenor
E há palavras  e nocturnas palavras gemidos
palavras que nos sobem ilegíveis à boca
palavras diamantes palavras nunca escritas
palavras impossíveis de escrever
por não termos connosco cordas de violinos


(...)
Entre nós e as palavras, os emparedados
e entre nós e as palavras, o nosso dever falar


Mário Cesariny