quarta-feira, 5 de junho de 2013

Mia Couto recebe o Prémio Camões

O prémio Camões é o mais importante prémio literário atribuído a escritores de língua portuguesa e este ano, foi atribuído ao moçambicano Mia Couto.
Nascido em 1955 em  Moçambique, onde vive, é biólogo de profissão e afirmou que  a escrita é "uma casa que visita." Publicou o primeiro livro há trinta anos e, desde então, não tem parado de visitar a casa: poesia, contos, crónicas e romances fazem parte da sua extensa bibliografia.


44 Semanas, 44 Poetas - Semana 28

Maria Alberta Menéres, além de poeta, desenvolveu um importante trabalho pedagógico, como professora; autora de obras infanto-juvenis, jornalista, tendo diretora de programas infantis e juvenis na RTP bem como diretora da revista Pais e Provedora da Justiça de Crianças.

A sua obra infanto-juvenil inclui poesia, contos, banda desenhada, teatro, novela e adaptação de clássicos da literatura.

Para saber mais sobre esta grande senhora podemos clicar aqui, ou navegar no seu blog.

Vale a pena ouvir a sua filha, Eugénia de Melo e Castro, cantar um poema seu.





quarta-feira, 29 de maio de 2013

44 Semanas, 44 Poetas - Semana 27

Manuel Alegre, formado em Direito, lutador antifascista, deputado do Partido Socialista, candidato à Presidência da República e escritor, é o poeta da semana.
A sua poesia tem sido cantada por inúmeras vozes, entre as quais se contam as de Amália Rodrigues e José Afonso, como um hino à liberdade e uma exaltação da esperança.
Para saber mais sobre a sua vida e obra podemos clicar aquiaquino facebook ou na wikipedia.




quarta-feira, 22 de maio de 2013

44 Semanas, 44 Poetas - Semana 26

Luiza Neto Jorge nasceu em Lisboa. Mudou-se para Paris no início dos anos 60, e regressou à sua cidade natal onde desenvolveu uma intensa atividade  traduzindo autores franceses, escrevendo guiões para cinema e fazendo adaptações de  textos poéticos e narrativos para teatro.

Morreu em Lisboa no ano em que completaria cinquenta anos.


Para conhecer melhor a sua vida e obra, podem clicar aqui .

quarta-feira, 15 de maio de 2013

Dia Internacional dos Museus

No próximo fim de semana os museus terão muitas atividades gratuitas para celebrar o seu dia internacional.

Podem ir ao Museu das Marionetas do Porto, ao  Museu de Serralves, ao Centro Português de Fotografia ou ao Museu Nacional Soares dos Reis, (que até vai estar aberto sábado à noite),


44 Semanas, 44 Poetas - Semana 25

1556 autor anónimo
Luís Vaz de Camões é de tal maneira importante na História da literatura e da cultura portuguesas que todos pensam conhecê-lo. No entanto misturam-se a história e o mito, a obra e o homem, havendo ainda muito desconhecimento da sua obra.

Autor d'Os Lusíadas, a grande epopeia dos descobrimentos portugueses e grande cultor da forma poética renascentista por excelência: o soneto, cultivou ainda com mestria as formas poéticas tradicionais: trovas, redondilhas, vilancetes...

Escreveu ainda três obras do género dramático: os autos de Anfitrião, Filodemo  e  El-R ei Seleuco, obras em que alterna o uso da língua portuguesa com a castelhana, dando provas de bilinguismo.

Para saber mais podem ir aquiaqui ou aqui.



segunda-feira, 13 de maio de 2013

Feira de Livros de Arte

A livraria Manuel Ferreira em colaboração com a Biblioteca, promove uma Feira de Livros de Arte, nos próximos dias 13, 14 e 15 de Maio, das 10H às 19H, no pequeno auditório.
Podem consultar o seu projeto "Eventos & Livros" através do site http://eventoselivros.livrariaferreira.pt. 

Apela-se à participação de toda a comunidade educativa.

quarta-feira, 8 de maio de 2013

44 Semanas, 44 Poetas - Semana 24


Leonor de Almeida, também conhecida como Marquesa de Alorna, é a poeta desta semana. Poeta, tradutora e pedagoga, nascida em 1750, foi uma grande divulgadora das ideias iluministas em Portugal.
Fez parte de um movimento literário, a Arcádia Lusitana, com o nome de Alcipe.
Viveu em várias cidades europeias, Viena, Berlim, Londres, Paris onde privou com iluministas e românticos, que traduziu, dando-os também a conhecer na sua casa de Benfica onde recebeu autores neo-clássicos e românticos.
Envolveu-se também na política nacional, tendo criado a Sociedade da Rosa, com a intenção de frustrar as intenções napoleónicas, o que a fez terminar a sua vida exilada em Londres numa situação económica precária.
Para saber mais sobre esta grande poeta e fabulosa mulher vale a pena ler As Luzes de Leonor, da autoria de outra poeta portuguesa: Maria Teresa Horta. Mas podem sempre também clicar aqui.

quarta-feira, 24 de abril de 2013

25 de Abril

Gozemos o feriado e pensemos nas razões que nos levam a celebrá-lo, pensemos na necessidade de continuarmos a defender intransigentemente a liberdade.

44 Semanas, 44 Poetas - Semana 23



José Gomes Ferreira, advogado, cônsul, compositor  e romancista, ficou sobretudo na História como o "Poeta Militante", título de uma antologia de toda a  sua poesia publicada desde 1931, altura em que conheceu Fernando Pessoa com quem colaborou.

Podem saber mais da sua vida e obra aqui.







terça-feira, 23 de abril de 2013


Comemora-se hoje, dia 23 de Abril, o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor.
A Biblioteca assinala este dia com marcadores de livros elaborados pelos alunos do 2ºano do curso de Técnico de Desenho Gráfico.
O folheto Ler na Soares celebra esta data, assinalando também os 120 anos de Almada Negreiros.

Convida-se a comunidade educativa a visitar a exposição intitulada "Os rostos e as vozes da Liberdade" patente no espaço exterior da Biblioteca, bem como uma instalação de livros no seu espaço interior.


domingo, 21 de abril de 2013

Os 250 anos da Torre dos Clérigos

Da autoria do pintor e arquitecto italiano Nicolau Nasoni, a Igreja dos Clérigos começou a ser construída em 1732. Foi uma das obras mais imponentes de Nasoni e é uma das representações mais marcantes do estilo barroco. Mas o verdadeiro "ex-libris" da cidade do Porto é a torre que se ergue na cabeceira da igreja.
Com 75 metros de altura, a Torre dos Clérigos foi erguida entre 1748 e 1763, também em estilo barroco. Na parte exterior da igreja avista-se uma escadaria dupla ornamentada de vasos esculpidos em pedra. Ainda no exterior, as estátuas de S. Pedro e de S. Filipe de Néri habitam dois nichos em forma de conchas.

quarta-feira, 17 de abril de 2013

120 anos de Almada Negreiros

Pode ser vista na nossa biblioteca uma pequena exposição comemorativa dos 120 anos do nascimento de Almada Negreiros.
Almada atravessou o século XX português, sempre com um papel de destaque. Artista multidisciplinar dedicou-se sobretudo às artes plásticas, mas legou-nos uma extensa e marcante obra literária.
Vale a pena conhecer a sua vasta obra e algo da sua vida, o que pode ser feito aqui .



44 Semanas, 44 Poetas - Semana 22

João de Deus, poeta algarvio do século XIX, foi também um eminente pedagogo, tendo criado um método de ensino da leitura que ainda hoje é usado: a Cartilha Maternal.
 Embora tenha sido advogado, pouco exerceu, tendo ganho a vida sobretudo como jornalista e tradutor.
Conhecido como o poeta do amor, tem também uma vasta obra satírica, tanto lírica como dramática.
Para conhecer melhor, podem seguir o link .
As escolas inspiradas por este poeta, continuam a formar crianças, ora vejam como.



quinta-feira, 11 de abril de 2013

Homenagem a Eduardo Nery

Está patente no painel exterior da biblioteca uma exposição sobre Eduardo Nery, em jeito de homenagem a este artista plástico que tem produzido intensamente desde o início da segunda metade do século XX.
A sua obra variada inclui fotografia, colagem, desenho, pintura, tapeçaria e variadas intervenções de arte urbana em espaços arquitetónicos, de pavimentos a vitrais , de pinturas murais a azulejos.
Vale a pena conhecer melhor Eduardo Nery, o que pode ser feito através da visita ao seu "site pessoal"

quarta-feira, 10 de abril de 2013

44 Semanas, 44 Poetas - Semana 21


Herberto Hélder, o poeta desta semana, aqui retratado por Frederico Penteado, nasceu na ilha da Madeira e viveu em muitos lugares, tendo tido uma vida cheia de experiências variadas o que, seguramente contribuiu para a riqueza da sua poesia. Vale a pena ler a sua biografia.
Para conhecer melhor a sua poesia encantatória uma visita a esta página pode revelar-se útil.






.


44 semanas - 44 poetas Semana 20

Helder Macedo, poeta, romancista, crítico, ensaísta investigador e professor universitário, desempenhou ainda vários cargos políticos na segunda metade dos anos 70.
Para conhecer melhor a sua vida e obra vale a pena clicar aqui.
Já este ano  lançou um novo romance cujo título estabelece uma relação de intertextualidade com Camões: Tão Longo Amor, Tão Curta a Vida.


quarta-feira, 13 de março de 2013

44 Semanas, 44 Poetas - Semana 19


Florbela Espanca, a poeta desta semana, cultivou maravilhosamente a arte do soneto, tendo sido uma fonte de inspiração para artistas plásticos e poetas.
A máscara ao lado, da autoria da escultora Irene Vilar, pode ser vista na cidade de Matosinhos, onde a poeta viveu alguns anos.
Para saber mais sobre a vida e obra da poeta alentejana, basta clicar.
Podem ainda ver e ouvir uma bela canção feita sobre um dos seus sonetos.


















quarta-feira, 6 de março de 2013

44 Semanas, 44 Poetas - Semana 18

Fiama Hasse Pais Brandão, poeta e mulher do teatro, tradutora e ensaísta, é um dos grandes nomes de um movimento poético que revolucionou a cena literária portuguesa: Poesia 61.
Podem encontrar mais informação sobre a poeta da semana aqui .
E aqui têm uma bela canção feita por Adriana Calcanhoto sobre um poema de Fiama: Maré- Poética do Eremita



















quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

44 Semanas, 44 Poetas - Semana 17

Fernando Pessoa, o poeta múltiplo, o criador dos heterónimos, é o poeta desta semana.
Sobre ele tantas teorias e histórias, análises e interpretações já foram feitas, mas há ainda tanto a descobrir e ler, sobretudo ler.
Convidamos-vos a descobrir o poeta na sua casa e a ouvir um dos seus poemas.


















quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

44 Semanas, 44 Poetas - Semana 16


    

Sobre Fernanda de Castro, avó da escritora Rita Ferro, disse David Mourão-Ferreira:
“Ela foi a primeira, neste país de musas sorumbáticas e de poetas tristes, a demonstrar que o riso e a alegria também são formas de inspiração, que uma gargalhada pode estalar no tecido de um poema, que o Sol ao meio-dia, olhado de frente, não é um motivo menos nobre do que a Lua à meia-noite”.
Para saber mais sobre a vida e obra desta poeta que atravessou o século XX basta clicar aqui .

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Dia dos Namorados

A nossa biblioteca convida à execução de um origami em forma de coração para celebrar a data de 14 de fevereiro.
Vamos lá!


















44 Semanas, 44 Poetas - Semana 15















O poeta desta semana, que nasceu José Fontinha e se tornou Eugénio de Andrade, tem poemas de amor tão belos que até fazem o coração bater mais depressa. Ora leiam!
Podem saber mais sobre o homem e a sua poesia aqui. E para o ver e ouvir é só clicar abaixo.



















quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

44 Semanas, 44 Poetas - Semana 14


  

Ernesto Melo e Castro é um dos nomes cimeiros da poesia experimental portuguesa. Para saber mais sobre o homem podem clicar aqui.
Deixamo-vos ainda dois dos seus poemas :
E uma entrevista.

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

44 Semanas, 44 Poetas - Semana 13

Egito Gonçalves, poeta, editor e tradutor deixou-nos uma vasta obra lírica que encanta. Ora vejam-no e ouçam-no.
Podem saber mais sobre o homem e a obra na wikipedia.





quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

44 Semanas, 44 Poetas - Semana 12

David Mourão-Ferreira, o poeta desta semana que além disso foi professor,  jornalista,  romancista e fumador de cachimbo, teve vários dos seus poemas cantados pela voz de Amália Rodrigues.
Ora ouçam este:



quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Atividades de Janeiro

De 14 a 18 de janeiro celebram-se os 128 anos da nossa escola.
A biblioteca associa-se às comemorações com:
  • Ler na Soares: Exteriorizar Impressões com Fernando Pessoa.
  • Exposição: 
Biblioteca: uma chave para o Passado; Presente e Futuro




44 Semanas,44 Poetas - Semana 11

Daniel Filipe, poeta caboverdiano que viveu em Portugal, onde publicou a sua poesia, combateu a ditadura salazarista e foi perseguido e torturado pela PIDE, deixou-nos este poema lindíssimo.
Para saber mais sobre este poeta podemos consultar http://www.infopedia.pt/$daniel-filipe ou http://cvc.instituto-camoes.pt/poemasemana/25/danifilipe.html.